R$40,00

Autor: Edmilson Costa
Editora: Instituto Caio Prado Jr.
Número de páginas: 360
Tamanho: 14x21
Ano: 2020

Descrição: 

“A classe trabalhadora precisa entender de uma vez por todas que as crises que atingem nosso país de tempos em tempos, devora empregos e arrasa salários, derrubam sonhos e ilusões de crescimento sustentável, encontra suas raízes no Modo de Produção Capitalista e suas consequências. Esta é a tarefa do novo livro de Edmilson Costa. Foge com habilidade das respostas fáceis e busca as determinações que articulam o Brasil ao mundo, a política à economia, o vai e vem dos governos aos interesses das classes em luta e a dinâmica de acumulação do capital. Os ensaios aqui reunidos, cada um tratando de temas que despontaram na trama conjuntural, trazem elementos fundamentais para entender os desafios daqueles que resistem contra a barbárie, nos armando para projetar um futuro muito distinto daquele que os assassinos sociais e a truculência das classes dominantes querem nos impor. É comum, diante da gravidade da crise contemporânea no Mundo e no Brasil, se perder em pessimismos e imobilismos. No entanto, Edmilson Costa, exercita com posições polêmicas e provocantes, a velha arte de ver além da noite que nos envolve e antecipar o anuncio do dia, provando, mais uma vez, que “os comunistas ainda guardam sonhos”. – Mauro Luis Iasi. “É possível harmonizar análise conjuntural, perspectiva histórica e ponto de vista político? É o desafio proposto por Edmilson Costa nesta coletânea de textos que abordam, articuladamente, os últimos anos da trajetória do Brasil, ou seja, a mais grave crise da história republicana de nosso país. Estas “reflexões sobre a crise brasileira” são o produto de uma abordagem multidimensional e, simultaneamente, de um declarado engajamento político que, longe de restar objetividade, conferem ao texto um caráter agudo, que supera a simples descrição. As visões unilaterais, carentes de análise das contradições, que dominaram a mídia e até a academia, ficam para trás. Sobre a base de dados econômicos e sociais minuciosamente escolhidos e expostos, um dirigente comunista nos leva para o campo em que o verdadeiro debate intelectual e político acerca dos rumos do país deve ser realizado.” -Osvaldo Coggiola